"Quando o ponto de partida é o transporte público eficiente, o ponto de chegada é sempre a qualidade de vida"

Fonte: NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

Você sabia?

É dever do poder público:

* Implantar e manter pontos de parada

* Construir vias e terminais

* Definir as tarifas

É dever das empresas de ônibus:

* Manter os carros bem conservados

* Atender bem os passageiros

* Respeitar as leis de segurança

É responsabilidade dos passageiros:

* Preservar os ônibus

* Respeitar os outros passageiros

* Pagar a tarifa corretamente

Fonte: NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

Você sabia?

Ônibus preso no congestionamento atrasa sua viagem e aumenta o custo de operação

Mão de obra + Óleo Diesel = 50% do custo de operação

Sistema de transporte funciona 24h para operar 20h

Fonte: NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

Você sabia?

As secretarias e diretorias de transporte dos municípios são as responsáveis por definir, reajustar e revisar as tarifas.

Que um dos fatores que influenciam a fixação das tarifas são as gratuidades e os descontos que representam 19% do seu valor na média nacional?

Fonte: NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

Você sabia?

Um ônibus substitui 60 carros! É responsável por 87% das viagens por transporte público por dia.

Um carro polui 17 vezes mais que um ônibus. A empresa Viação Pássaro Branco possui selo Despoluir, 100% da frota foi avaliada e aprovada.

A Viação Pássaro Branco é parceira:

Fonte: NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

Você sabia?

As faixas exclusivas são para carros oficiais:

* Ambulâncias

* Empresa de ônibus público

* Bombeiros

* Polícia

Qualidade no transporte público é sinônimo de qualidade de vida.

Regularidade, segurança e conforto são requisitos básicos para atingir esse objetivo.

Fundo da Infância e da Adolescência

O Fundo para a Infância e Adolescência - FIA - é um recurso especial destinado ao atendimento de crianças e adolescentes, sendo um dos meios fundamentais de viabilização do Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA - e, também, o suporte indispensável para o cumprimento e a execução das políticas de atendimento à população infanto-juvenil. O FIA não é um órgão ou entidade e não possui persona¬lidade jurídica, mas goza de isenção fiscal plena, possuindo plano contábil e conta bancária própria. Seus recursos financeiros têm como gestores os órgãos executivos correspondentes, estando sob o controle dos Conselhos dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes - Lei Federal nº 8.069/90, art. 88, IV.

Prioritariamente, os programas executados por órgãos públicos e/ou privados para o atendimento: . às crianças e aos adolescentes em situação de risco social e pessoal; . aos adolescentes em conflito com a lei, vinculados às medidas socioeducativas; . aos usuários ou dependentes de drogas; . às vítimas de maus-tratos; . à erradicação do trabalho infantil e proteção ao trabalho do adolescente; . à profissionalização de adolescentes maiores de 16 anos; . à orientação e apoio sociofamiliar; . aos projetos de pesquisa e estudo que guardem inteira relação com a matéria; . aos projetos de comunicação e divulgação de ações de defesa de direitos preconizados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA; . à capacitação de recursos humanos; . à promoção de ações básicas de saúde em nível familiar e comunitário.

Pode-se destinar diretamente ao FIA, sem qualquer ônus para a empresa, 1 % do valor do Imposto de Renda a ser pago pela pessoa jurídica. Assim, esse valor pode ser deduzido do seu Imposto de Renda na declaração de rendimentos, não havendo ônus de qualquer ordem para a empresa. Outra vantagem importante é que a empresa irá .saber para onde estará sendo destinado o recurso. O valor doado para o FIA será revertido em ações reais que serão aplicadas em benefício da comunidade. A empresa, como destinadora, poderá fiscalizar e acompanhar o investimento através da prestação de contas realizada pela entidade beneficiada ou através de visitas periódicas aos projetos em execução, se for o caso.

Projeto Pontapé Inicial

Em março de 2002, o 15º BPM sabendo da influência que o futebol exerce sobre os jovens das comunidades carentes,levou para as dependências do 15º Batalhão de Polícia Militar um projeto que já era desenvolvido pelo então Cabo Gumercindo na quadra de futsal do bairro Jardim Aquários. Com o apoio da Empresa de transporte coletivo de Patos de Minas, Pássaro Branco, que foi o primeiro parceiro do projeto e que continuam até hoje transportando os alunos dos bairros periféricos da cidade até o 15ºBPM, surgia aí o Projeto PONTAPÉ INICIAL, com aulas de futebol totalmente gratuitas para esses jovens. Saiba mais...

Sest Senat

O Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) são entidades civis sem fins lucrativos criadas com o objetivo de valorizar os trabalhadores do setor de transporte. As instituições surgiram em 14 de setembro de 1993, pela Lei 8.706, a partir de um processo de conscientização do setor e das entidades sindicais. A CNT (Confederação Nacional do Transporte), com o apoio legal, ficou responsável pela criação do Sest Senat e, desde então, organiza e administra a instituição. Na área social, o Sest Senat é responsável por gerenciar, desenvolver e apoiar programas que prezam pelo bem-estar do trabalhador em áreas como saúde, cultura, lazer e segurança no trabalho. Na área educacional, o foco se volta a programas de aprendizagem, que incluem preparação, treinamento, aperfeiçoamento e formação profissional.